FANDOM


Íconedeera-AC1Íconedeera-RevelationsÍconedeera-AC3Íconedeera-Unity

AC Vigilantes

Altaïr junto de um grupo de vigilantes em Damasco.

Vigilantes, também conhecidos como milicianos ou amotinados, foram grupos de civis corajosos e fortes, que estavam dispostos a defender outros civis ou ajudar certos indivíduos que haviam ganho o respeito deles, entre eles alguns Assassinos.

Geralmente aparecendo após salvar certos civis ou destruir a influência opressora dos Templários em uma área, vigilantes primariamente distraem e agarram guardas perseguidores, dando tempo aos Assassinos para fugirem deles.

HistóriaEditar

Alta Idade MédiaEditar

Grupos de vigilantes apareciam nas cidades de Jerusalém, Damasco e Acre durante a Terceira Cruzada na Alta Idade Média, após o Assassino Altaïr Ibn-La'Ahad salvar mulheres indefesas dos abusos de guardas. Estas mulheres são presumidamente as familiares dos vigilantes, que então posteriormente aparecem nas proximidades, gratos à Altaïr e dispostos a ajudar-lo.

Eles eram especialmente úteis para atrasar os guardas que perseguem Altaïr após um assassinato, ou até parar o alvo, dando tempo a Altaïr de eliminar-lo. Quando Altaïr andava perto de um grupo de vigilantes, eles falavam coisas como "Obrigado por salvar minha filha" e "Se você precisar de mim, estou aqui".

RenascençaEditar

Em Roma, uma cidade arruinada e oprimida pelo governo dos Bórgia, vigilantes eram homens que se levantavam contra os opressores após o Mestre Assassino Ezio Auditore da Firenze destruir a torre dos Bórgia mais próxima, fazendo grupos de vigilantes (nessa época conhecidos como milicianos) aparecerem nas ruas e estradas da área.

Além de ajudar Ezio da mesma forma que suas contrapartes levantinas ajudaram Altaïr anteriormente, milicianos insultavam guardas que passavam perto deles, e publicamente gritavam contra os Bórgia, e encorajar os cidadãos a se levantarem contra os Bórgia.

Em Constantinopla, grupos de homens e mulheres fortes conhecidos como amotinados ajudaram Ezio novamente no tempo que ele permaneceu na cidade, e pegaram em armas contra os opressores Janízaros e se revoltaram contra eles no Porto de Teodósio. Embora alguns desses corajosos tivessem morrido no processo, isso possibilitou Ezio a dar um fim em uma conspiração Templária para tomar controle de Constantinopla, além de mostrar aos Janízaros que as ações opressoras deles também tem custo.

América ColonialEditar

Durante a Revolução Americana, grupos de vigilantes também ajudavam Ratonhnhaké:ton, aparecendo em cidades grandes como Nova Iorque e Boston após Ratonhnhaké:ton libertar uma área da influência Templária. Eles agiam de forma similar aos seus antecessores, mas também permitiam que Connor se misturasse a eles em meio a uma perseguição.

Existiam também, além de vigilantes comuns, os amotinados, que causavam comoções em uma área, distraindo guardas e dando tempo à Connor de se infiltrar em uma área ou assassinar um alvo discretamente.

Revolução FrancesaEditar

Durante a Revolução Francesa, em Paris, vigilantes retornaram. Eles apareciam na forma de revolucionários mais moderados e honrados que os extremistas, defendendo civis indefesos das garras deles e os combatendo abertamente nas ruas da cidade. Eles ajudaram Arno Dorian em muitas ocasiões, enquanto lutando contra extremistas e guardas municipais.

Em Saint-Denis, vigilantes também apareciam pela cidade, combatendo os Ladrões que saqueavam a cidade e atacando os postos avançados deles. Arno também contou novamente deles em atacar os ladrões e causar uma distração em frente à Abadia de Saint-Denis para possibilitar a infiltração dele lá.

CuriosidadesEditar

  • Vigilantes podiam segurar guardas por cerca de 6 segundos, e ainda segurar outro ou o mesmo logo em seguida.
  • Eles também eram capazes de segurar todo e qualquer tipo de guarda, até mesmo Brutos e Caçadores.
  • Os vigilantes franceses conseguiam lutar bem contra milicianos e até brutos, mas quando enfrentados por caçadores e elites, eram facilmente mortos.

ReferênciasEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.