FANDOM


Íconedeera-Brotherhood

Saída de Emergência
Memória-saída-de-emergência
Informações técnicas
Descrição

Regressa através dos túneis sob a Villa com a Maria e a Claudia.

Aparição

Assassin's Creed: Brotherhood

Tipo da memória

Principal

Anterior

Difamado

Próxima

Como Novo...

Informações históricas
Ancestral

Ezio Auditore da Firenze

Local

Monteriggioni, República de Siena

Data

2 de janeiro de 1500


Saída de Emergência foi uma representação virtual de uma das memórias genéticas de Ezio Auditore da Firenze, revivida por Desmond Miles em 2012 através do Animus.

DescriçãoEditar

Ezio Auditore acordou encontrando-se sendo arrastado para a segurança por alguns mercenários pelas ruas, depois de ter sido baleado por arcabuzeiros do Papa.

Editar

Saída de Emergência 1

Mercenários de Mario arrastando Ezio

Ezio acordou do desmaio, onde ele se viu sendo arrastado pela Monteriggioni por alguns mercenários.

  • Ezio: Basta! Consigo andar.
  • Mercenário: Cuidado! Eles vêm aí! Todos para a Villa!
  • Ezio: Não consigo lutar assim. Resistam comigo!

Ezio chamou alguns mercenários próximos, e juntos eles abriram caminho em direção à Villa Auditore e encontraram sua irmã Claudia conforme ela se afastava de mais atacantes.

  • Claudia: Ezio!
  • Ezio: Entra no Santuário.
  • Claudia: Vem comigo!

Ezio e Claudia chegaram ao escritório do falecido Mario Auditore e fizeram seu caminho em direção à entrada do Santuário. Na entrada havia dois homens, um mercenário, e um homem com um tapa-olho chamado Paganino.

  • Mercenário: Vou tentar contê-los!
  • Ezio: Pára! Espera por nós!
  • Paganino: Pensávamos que estava morto, Ser Ezio.
  • Ezio: Ainda não.
  • Paganino: Onde vai dar esta passagem?
  • Ezio: A norte, fora da muralha.
  • Paganino: Não sabia que existia.

Ezio pisou em uma pedra levantada no chão, achatando-a. Uma parede escondida moveu-se para desligar o quarto do resto da Villa.

  • Paganino: Deixe-me passar. Tenho de ajudar as tropas.
Saída de Emergência 5

Ezio com Claudia e Maria

O ladrão deslizou através da abertura para lutar contra os soldados invasores, antes de Ezio barricar a parede escondida no lugar, selando o Santuário. Ezio, em seguida, entrou no Santuário, onde sua mãe Maria e Claudia esperavam com um grupo de pessoas na frente da estátua de Altaïr Ibn-La'Ahad.

  • Claudia: Rápido, Ezio.
  • Ezio: Onde está a mãe? Está bem?
  • Maria: Estou aqui, Ezio.
  • Ezio: Grazie a Dio (Graças a Deus).
  • Claudia: Não podíamos ir sem ti.
  • Ezio: O caminho será perigoso. Protege a mãe.

Depois de algum tempo, eles saíram do túnel.

  • Claudia: Onde está o tio Mario? Pensava que estaria à nossa espera.
  • Homem: A infantaria dos Bórgia está a cercar a cidade!
  • Ezio: O Mario está morto. Têm de sair daqui. Leva a mãe para Firenze (Florença).
Saída de Emergência 8

Ezio saindo para Roma

Ezio se virou para um habitante da cidade.

  • Ezio: Preciso de um cavalo.
  • Claudia: Não vens connosco? Para onde vais?
  • Ezio: Para Roma.
  • Maria: Vai, meu filho, destrói-os... Mas lembra-te por quem lutamos.

Ezio montou no cavalo e cavalgou para Roma.

ResultadoEditar

Enquanto Monteriggioni foi deixada em ruínas, Ezio, Claudia, Maria e os habitantes da cidade escaparam através dos túneis sob a cidade. Ezio, em seguida, cavalgou por Roma, mas desabou devido aos seus ferimentos ao longo do caminho.

CuriosidadesEditar

  • Se o mapa do Animus for verificado durante a cutscene final, onde Ezio passou, o jogador veria que Ezio, estava na verdade se dirigindo ao longo da estrada sudeste que liga Monteriggioni à San Gimignano, e que Ezio estava andando em direção à Monteriggioni, ao invés de longe dela.

GaleriaEditar

ReferênciaEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória