FANDOM


Íconedeera-SyndicateÍconedeera-SubmundoÍconedeera-Templários

Rupert Ferris (1830 - 1868) foi um membro do Rito Britânico da Ordem dos Templários e o dono da Siderúrgica Ferris, uma fábrica em Croydon. Através de sua fábrica, que forçava os trabalhadores a trabalharem praticamente como escravos para aumentar o lucro e a produção, fazendo com que Crawford Starrick controlasse as industrias de Londres e de suas cidades vizinhas.

BiografiaEditar

Início da vidaEditar

Ferris nasceu como o filho de um casal idoso, que tentou salvar o casamento através de um filho, mas o casal acabou separado de novo.

Como um adulto, ele veio a controlar uma fábrica de ferro chamada Bow Rail Works, a qual ele logo renomeou Siderúrgica Ferris. A siderúrgica ganhou a reputação de ter horríveis condições de trabalho, e muitos trabalhadores morriam de exaustão.

Em 1862, a Siderúrgica Ferris foi comprada por Crawford Starrick, tornando-se parte do vasto "império" industrial de Starrick. Como consequência, a riqueza de Ferris aumentou grandemente, e ele passava parte de seu tempo dando dinheiro a uma instituição de caridade, e outra parte em bordéis de alta classe. É provável que o primeiro seja só uma fachada criada por Starrick e Ferris.

MorteEditar

Em fevereiro de 1868, Ferris presenciou um trabalhador infantil ser gravemente ferido por uma das maquinas de ferro. Ele ignorou o sofrimento da criança, e disse aos outros trabalhadores para continuarem o trabalho, pois a criança estava "retardando o trabalho dos outros."

Ele então foi a seu escritório, onde ele ditou uma carta para Starrick, dizendo que ele havia encontrado uma grande fonte de ferro. Pouco tempo depois, o Assassino Jacob Frye entrou no escritório de Ferris e esfaqueou o homem com sua Lâmina Oculta. Em seus últimos momentos, Ferris zombou da Irmandade Britânica por causa da covardia deles em não enfrentar os templários em Londres, antes de sucumbir a seus ferimentos.

NotasEditar

ReferênciasEditar