FANDOM


Íconedeera-AC2.pngÍconedeera-Brotherhood.pngÍconedeera-Mundoreal.png

Predefinição:HistóriaRoma é a cidade capital da Itália. No Renascimento, Roma era a capital dos Estados Pontifícios e sede da seita dos Cavaleiros Templários. A cidade também veio a se tornar base para Ordem dos Assassinos.
Rome E3.jpg

Roma vista por cima no Trailer de Assassin's Creed Brotherhood.

HistóriaEditar

A fundação de Roma resulta da mistura de três povos que foram habitar a região da Península Itálica: gregos, etruscos e italiotas. Desenvolveram na região uma economia baseada na agricultura e nas atividades pastoris. A sociedade, nesta época, era formada por nobres proprietários de terras e comerciantes, artesãos e pequenos proprietários. O sistema político era a monarquia, já que a cidade era governada por um rei de origem patrícia.

A religião neste período era politeísta, adotando deuses semelhantes aos dos gregos, porém com nomes diferentes. Nas artes destacava-se a pintura de afrescos, murais decorativos e esculturas com influências gregas. No período republicano, o senado Romano ganhou grande poder político. Os senadores, de origem nobre, cuidavam das finanças públicas, da administração e da política externa. As atividades executivas eram exercidas pelos cônsules e pelos tribunos da plebe.

Após dominar toda a península itálica, os romanos partiram para as conquistas de outros territórios. Com um exército bem preparado e muitos recursos, venceram os cartagineses, liderados pelo general Anibal, nas Guerras Púnicas (século III a.C). Esta vitória foi muito importante, pois garantiu a supremacia romana no Mar Mediterrâneo. Os romanos passaram a chamar o Mediterrâneo de Mare Nostrum. Após dominar Cartago, Roma ampliou suas conquistas, dominando a Grécia,  o Egito, a Macedônia, a Gália, a Germânia, a Trácia, a Síria e a Palestina. Em 15 de Março de 45 AC Caio Júlio César foi morto pelos Assassinos liderados por Brutus, no ano 41 AC o Assassino Leonius, matou o Templário Calígula em Roma.

RenascençaEditar

640px-Borgia Tower.jpg

Uma Torre dos Bórgia, localizadas em Roma sendo incendiada por Ezio.

Durante o período da Renascença, Roma serviu de base de operações para tanto os Templários quanto o Credo do Assassinos. Em 1492 o Grão-Mestre Templário Rodrigo Bórgia, foi nomeado o Papa Alexandre VI, se aproximando de seus planos de abrirem a Cripta. Felizmente, em 1499 Ezio Auditore, um assassino, o impediu.

Em 1500, após o cerco em Monteriggioni Ezio foi para Roma e fez do local base para os Assassinos com intuito de destruir o poder Templário no local, que oprimiam o povo. Ele por fim conseguiu derrotar Rodrigo e mais tarde seu filho César Bórgia.

ReferênciasEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória