FANDOM


Íconedeera-FilmedeAC.pngÍconedeera-Templários.png

PL Treasure HunterHQ.png Aquele que aumenta em conhecimento, aumenta em tristeza.

Este artigo contém spoilers, o que significa que tem informações e fatos a respeito de lançamentos recentes ou futuros da série Assassin's Creed.
Se você não quiser saber sobre esses eventos, é recomendável ler com cuidado, ou não tudo.

ACF Ojeda.jpg

Ojeda (desconhecido – 1492) foi o líder do exército dos Templários Espanhóis e o braço-direito do frade e Mestre Templário Tomás de Torquemada, que impusera punição brutal a qualquer um que ousasse se opor à Inquisição Espanhola.

BiografiaEditar

Capturando o PríncipeEditar

Em 1492, Ojeda e seu mestre Tomás de Torquemada descobriram que uma Maçã do Éden estava sendo guardada pelo Sultão Maomé XII de Granada, um aliado dos Assassinos. Os Templários então decidiram capturar o filho do Sultão, o Príncipe Ahmed, para então trocar-lo pela Maçã.

Ojeda, Ramires e um grupo de soldados espanhóis sob comando deles então cercaram e tomaram controle da pequena aldeia onde o príncipe estava se escondendo. Eles encontraram o Príncipe na casa de um aldeão e Ojeda ordenou que a família deste aldeão e ele fossem enforcados e a vila inteira queimada. Entretanto, um grupo de Assassinos liderados pelo Mentor Benedicto interromperam e o Assassino Aguilar de Nerha assassinou Ramires. Após uma perseguição frenética de cavalos e carruagens, todos os Assassinos menos Benedicto, Aguilar e Maria foram mortos (o resto capturado) e o Príncipe capturado.

Pouco tempo depois, Ojeda estava presente na execução pelo Auto-Da-Fé do Mentor, Aguilar e Maria. Ojeda jogou a gasolina e a tocha na vara onde o Mentor estava amarrado, pondo um fim a vida dele, mas Aguilar e Maria conseguiram escapar e após uma perseguição pelas ruas de Sevilha, os dois Assassinos despistaram Ojeda e seus homens através de um Salto de Confiança.

MorteEditar

Com o Príncipe nas mãos deles, Torquemada, Ojeda e um grupo de Templários e soldados espanhóis então invadiram Granada e tomaram controle do palácio Alhambra, encurralando o Sultão Muhammad lá. O Sultão rapidamente cooperou e deu a Maçã aos Templários, recebendo seu filho em troca.

Nesse momento, Aguilar e Maria se infiltraram no Alhambra e arremessaram bombas de fumaça no salão, assassinando todos os guardas Templários. Quando a fumaça se foi, Aguilar tomou Torquemada como refém enquanto Ojeda tomou Maria como refém. Para não permitir que as emoções amorosas de Aguilar fizessem ele dar a Maçã aos Templários, Maria se matou com a lâmina de Ojeda.

Enraivecido, Aguilar jogou Torquemada ao lado e então atacou Ojeda com toda sua fúria. Ojeda ganhou a vantagem e jogou Aguilar ao chão, e enquanto Ojeda estava se preparando para executar Aguilar com sua espada, o Assassino pegou a lâmina de Maria e esfaqueou Ojeda várias vezes, antes de cortar a garganta do Templário e fugir com a Maçã.

Personalidade e característicasEditar

Uma presença imponente, com nariz quebrado e um olho leitoso, Ojeda tinha um sério ódio do Assassino Espanhol Aguilar de Nerha.[1] Comandante de um grande exército, arrasaria cidades inteiras a serviço de seu mestre, Tomás de Torquemada.[2]

CuriosidadeEditar

ReferênciaEditar

  1. GamesRadar+: The Assassin's Creed movie - full cast guide
  2. Assassin's Creed DNA (em inglês)

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória