Fandom

Assassin's Creed Wiki

Octavian de Valois

1 020 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Discussão0 Compartilhar

Predefinição:Caixa de informação da personagem Octavian de Valois (1448 - Agosto de 1503) foi o Barão de Valois e general do exército Francês e do Papal e serviu com Cesare Borgia, ajudando-o com o seu exército Francês que permitiu a Cesare consolidar a sua influência em Roma.

BiografiaEditar

Em 1498, o primo afastado de Octavian, Luís XII é coroado rei de França. Seguidamente, Luís XII destacou Octavian para liderar a sua campanha Italiana. No entanto, Octavian não tinha uma experiência real em guerra e apenas recebeu um treino formal. De qualquer forma, Octavian aceitou a responsabilidade.

No ano seguinte, Octavian conheceu Cesare e Juan Borgia na corte Francesa. Este últimos estavão na corte para cortejar Charlotte de Albret. Depois de passarem um mês juntos, Octavian foi com os Borgia para Itália, pensando que lhe dariam a Itália quando os oponentes fossem destruídos.

Ao serviço dos BorgiaEditar

Cerco de MonteriggioniEditar

Em Janeiro de 1500, Octavian acompanhou Cesare e a sua irmã Lucrezia, juntamente com o grupo de Templários deste último para Monteriggioni onde cercaram a cidade numa tentativa de eliminar a Ordem dos Assassinos e Ezio Auditore. Quando a infantaria dos Borgia rompeu pela cidade, Cesare Borgia, Octavian e alguns outros entraram pela cidade, com Caterina Sforza como prisioneira e Mario Auditore, quase morto. Cesare pegou numa arma de fogo de Octavian, desenhada pelo aliado de Ezio - Leonardo da Vinci - e disparou um tiro na cabeça de Mario.

O general Francês em RomaEditar

Em 1500, Octavian foi visto pela primeira vez em Roma no estábulo do Castelo Sant'Angelo onde Cesare Borgia , Juan Borgia, Micheletto Corella e ele tiveram um breve encontro. Octavian questionou as ordens de Cesare, perguntando pelo Vaticano, mas Cesare disse-lhe simplesmente para não se preocupar e que em breve não iriam precisar dele.

Em 1503, Ezio Auditore conclui que Octavian de Valois tem de morrer para que Cesare perdesse o exército Francês. Depois de matar Juan Borgia no dia 1 de Agosto, ele procurou ajuda em Bartolomeo d'Alviano, o líder dos mercenários em Roma e um membro secreto da Ordem dos Assassinos. No entanto as tropas Francesas do Barão atacaram os quartéis de Bartolomeo. Depois dos mercenários terem repelido o ataque, Octavian de Valois e as suas tropas chamaram a atenção de Bartolomeo.

Com Bartolomeo a ouvir por detrás dos portões do quartel, Octavian pediu pela rendição incondicional de Bartolomeo. Bartolomeo recusou iradamente. Depois, Octavian disse-lhe que tinha de aprender a falar francês, de maneira a esconder as suas sensibilidades barbáricas. Bartolomeu concorda ironicamente, pedindo ao Barão para lhe ensinar francês, enquanto Bartolomeu lhe ensina a lutar, pois teve tão pouca acção em batalha.

Depois de trocar insultos, Octavian pediu outra vez pela redição incondicional de Bartolomeo antes do nascer do Sol. Bartolomeo, achando a proposta engraçada, avisou o Barão que a sua "lady Bianca" lhe iria sussurrar ao ouvido. Então, Octavian revela que conseguiu com que as suas tropas capturassem Pantasilea, a mulher de Bartolomeo e prometer libertá-la, se Bartolomeo entrasse no seu campo sozinho e sem armas. Nesse momento o Barão e as suas tropas deixaram a zona.

Posteriormente, Ezio e Bartolomeo engendraram um plano para roubar uniformes de vários soldados Franceses, incluindo um capitão, e para entrar no campo inimigo com Bartolomeo a fingir-se de prisioneiro. Uma vez dentro do campo, Bartolomeo enfrentou Octavian.

Nobreza na MorteEditar

Valois.jpg

Octavian ameaça Pantasilea.

O Barão, com Pantasilea a seu lado, saudou Bartolomeo de uma forma irónica. Bartolomeo, enraivecido com as tácticas do Barão, ordenou que a sua mulher fosse libertada. O Barão tentou pressionar o confronto com os seus insultos, dizendo a Bartolomeo que os seus títulos eram demasiados para um homem de calibre tão baixo. Bartolomeo argumentou dizendo que pelo menos o seu nome valia o seu dinheiro, ao contrário de o do Barão, que era "falsificado", argumento ao qual o Barão ficou muito ofendido.

Então, Bartolomeo falou em nobreza e de como é ganha; através do combate junto dos homens, e não através do rapto de mulheres, de forma a não batalhar. Ele ordena outra vez que a sua mulher seja libertada, com um comportamento enraivecido. O Barão, com a sua arma na mão, aponta à cabeça de Pantasilea. Ao ver o perigo, Ezio dispara a sua arma escondida, dando sinal aos mercenários para iniciar o ataque. Sentindo o perigo, o Barão foge rapidamente levando consigo Pantasilea, enquanto os guardas papais defendem a sua retirada. Então há um combate entre Ezio, Bartolomeo e os mercenários contra os soldados.

Apesar disto tudo, o Barão escapou com Pantasilea como refém. Quando entrou no átrio do Barão, Ezio quase levou com um tiro, enquanto arrasta Pantasilea com ele. Dentro do quartel, ele ameaça matar Pantasilea se perceber que Ezio está por perto. No entanto, Ezio consegue escapar aos soldados e matar o Barão. Antes de morrer, o Barão diz a Ezio que só queria respeito, às quais Ezio responde que o respeito não é comprado. Aí, o Barão percebe a gravidade dos seus erros e Ezio disse palavras de respeito antes de ele morrer.

Palavras FinaisEditar

  • Octavian: Eu só queria respeito.
  • Ezio: O respeito é ganho, não herdado ou comprado.
  • Octavian: Talvez estejais certo... Preciso de mais tempo...
  • Ezio: Che tu sia parte nella morte (Que sejas igual na morte). Requiescat en Pace (Descansa em Paz).

CuriosidadesEditar

  • No romance Assassin's Creed: Brotherhood, Octavian dá um tiro a Ezio durante o Cerco de Monteriggioni, enquanto que no jogo, Ezio é ferido por um arcabuzeiro.
  • No romace, o seu nome é soletrado Octavien, com um "e".
  • Quando se tenta assassinar Octavian, se chamares os teus Assassinos para o combate, a dessincronização é imediata (usar a Chuva de Setas, no entanto, não resulta em dessincronização).
  • Em Assassin's Creed: Brotherhood, ele nunca é referido pelo primeiro nome (Octavian). Quando uma personagem o menciona, é só pelo seu título ou último nome (Barão, Barão de Valois, Valois).
  • A família Valois é uma família nobre francesa real.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória