FANDOM


Íconedeera-AC2Íconedeera-BrotherhoodÍconedeera-Project LegacyÍconedeera-IdentityÍconedeera-Renascença

Monteriggioni é uma cidade e comuna da Itália, localizada na região da Toscana. Construída em 1213 pelos lordes de Siena, Monteriggioni estava ativamente presente na defesa da Toscana contra Florença, embora tivesse mantido uma aliança confusa com Florença, descrita por Mario Auditore como "Este ano somos inimigos. No próximo seremos aliados, e depois inimigos novamente".

A família Auditore tinha suas origens e lar em Monteriggioni, e foram eles quem construíram as altas muralhas da cidade e a Villa Auditore, o maior edifício de Monteriggioni.

Monteriggioni serviu, por quase dois séculos, como a base principal da Irmandade Italiana de Assassinos, desde o início do Século XIV, quando Domenico Auditore renovou a fortaleza, até o ano de 1500, quando os exércitos dos Bórgia saquearam a cidade.

HistóriaEditar

Fundação por Domenico AuditoreEditar

Em 1290, a Villa Auditore foi construída, por alguém desconhecido, e trinta anos depois o exterior da Villa ficou arruinado devido a um ataque florentino. Algum tempo após a morte de Dante Alighieri em 1321, Domenico Auditore e seu filho Renato compraram e renovaram a Villa, usando fundos dados por Marco Polo. Ele restaurou a cidade e ergueu as altas muralhas de pedra que a protegem.

Domenico, que era um membro dos Assassinos, fez a Villa a base principal da Irmandade, selando a poderosa Armadura inquebrável do Assassino lendário Altaïr Ibn-La'Ahad no Santuário abaixo da Villa, e espalhando os selos nas tumbas de icônicos Assassinos.

A Cripta da Família Auditore foi construída na cidade, onde Domenico insculpiu suas memórias em suas muralhas, dizendo a história de como ele foi à Florença e assumiu o nome "Auditore".

Ataques e DescobertasEditar

Em 1454, Mario Auditore tornou-se o governador solo de Monteriggioni após seu irmão Giovanni Auditore se mudar para Florença. Ataques florentinos e de condottieri ficaram frequentes nesse tempo, e Mario teve que estreitar a economia da cidade para melhorar as defesas.

Logo depois, Mario investigou um homem chamado Luciano Pezzati, e o interrogou, descobrindo que um grande ataque florentino liderado por Federico da Montefeltro aconteceria em breve. Alarmado por Pezzati, Mario liderou suas forças e com sucesso repeliu as forças florentinas, descobrindo que Montefeltro buscava um artefato selado no subterrâneo da cidade.

Explorando as cavernas abaixo de Monteriggioni, Mario descobriu o Sudário do Éden, e o deu a Giovanni, que o escondeu novamente em um local desconhecido.

Com o passar do tempo, Monteriggioni tornou-se uma sombra do que antes era, e sua economia despencou, com a maioria das lojas fechando, as guildas abandonando a cidade e a Villa Auditore decaindo, pois Mario estava ocupado demais com as guerras e com negócios de Assassinos.

Restauração e QuedaEditar

Em 1476, Ezio Auditore da Firenze, sobrinho de Mario, abrigou-se em Monteriggioni após a traição em Florença. Com o passar do tempo, Ezio tornou-se o maior investidor da cidade, e com o dinheiro e riquezas que conseguiu em sua carreira, fez a cidade ser gloriosa novamente.

Difamado 3 v

Monteriggioni sob cerco.

As lojas foram reabertas, o quartel dos Mercenários reformado, o bordel das Cortesãs reconstruído e o prédio dos Ladrões restaurado. Além disso, a capela foi reformada, o poço consertado e as minas reabertas. Ao longo de 25 anos, Monteriggioni mudou de uma cidade empoeirada a uma gloriosa.

No entanto, em 1500, após Ezio derrotar Rodrigo Bórgia, o filho dele e Capitão-General das tropas papais, César Bórgia cercou Monteriggioni com seus exércitos. Os Assassinos e seus aliados conseguiram segurar as tropas para permitir que o povo fugisse, mas parte da muralha colapsou e a cidade foi saqueada, com Mario morto e os Assassinos fugindo para Roma.

Muitos anos depois, um Ezio que estava idoso, retornou a Monteriggioni e deixou uma pista da localização da Câmara do Coliseu no Santuário, que iria ser eventualmente encontrada por Desmond Miles.

CuriosidadesEditar

  • Custa cerca de 91,000 florins para completamente renovar Monteriggioni.

ReferênciasEditar