FANDOM


Íconedeera-AC2Íconedeera-BrotherhoodÍconedeera-RevelationsÍconedeera-Project LegacyÍconedeera-AC3Íconedeera-AC4Íconedeera-Rogue

Mensageiro dos Bórgia

Um mensageiro dos Bórgia.

Mensageiros eram indivíduos que entregavam mensagens, tributos e suprimentos para várias pessoas, de ida e de volta. Eles geralmente carregavam uma quantidade alta de moedas, como uma forma de tributo ou suborno à certos indivíduos, e também carregavam produtos raros ou suprimentos/munição.

HistóriaEditar

RenascençaEditar

Mensageiros eram pagos pela Casa dos Bórgia como seus mensageiros, carregando quantidades grandes de florins, provavelmente tributos para os aliados dos Bórgia, além de alguns produtos raros. Eles se movimentavam rapidamente e apressadamente pelas cidades italianas, sendo mais comuns em Roma, Florença e Veneza, mas às vezes sendo encontrados em San Gimignano e Forlì.

Ao detectar um Assassino ou inimigo dos Bórgia, mais notavelmente Ezio Auditore da Firenze, os mensageiros ficavam amedrontados e fugiam desesperadamente do Assassino, muitas vezes pelos telhados. Ao serem pegos pelos Assassinos, mensageiros davam o dinheiro que carregavam e se ajoelhavam, implorando por piedade. Os Assassinos geralmente deixavam o mensageiro viver, mas na ocasião que eles o matassem, a notoriedade deles aumentaria drasticamente.

Em Constantinopla, mensageiros eram substituídos por Templários coletores de impostos, que apareciam apenas em áreas controlados pelos Templários Bizantinos. Eles agiam da mesma forma que suas contrapartes italianas, e a Atenção Templária iria encher automaticamente ao matar um coletor.

Era ColonialEditar

Na Época Dourada da Pirataria, mensageiros carregavam quantidades incomuns de reales, além de munição e suprimentos. Eles eram encontrados nas cidades de Kingston, Havana e Nassau, e fugiam assim que avistassem Edward Kenway. Edward os perseguia e roubava seus itens com frequência.

O mesmo acontecia na Guerra dos Sete Anos e na Revolução Americana, com Shay Cormac e Ratonhnhaké:ton, respectivamente. Os mensageiros agiam da mesma maneira que suas contrapartes anteriores, e poderiam também serem encontrados nas cidades grandes como Nova Iorque e Boston.

CaracterísticasEditar

Diferente de civis comuns e da maioria dos guardas, os mensageiros eram capazes de habilmente escalar prédios e realizar movimentos como balançar-se em lampiões e derrubar civis no caminho. Eles não apresentam nenhum tipo de ameaça física, no entanto, e quando pegos, imploravam por piedade, e então saíam da área.

Mensageiros eram especialmente relevantes em Roma pois eles sempre carregam itens e produtos raros, que eram importantes para completar missões de loja e desbloquear novos itens.

Em questão de aparência, mensageiros dos Bórgia sempre vestiam roupas e capa vermelhas, com calça cinza e sapatos pretos, usando também uma touca de pena vermelha, simbolizando a lealdade deles aos Bórgia. Na era colonial, mensageiros vestiam roupas diversificadas, mas geralmente parecidas com de civis comuns.

CuriosidadesEditar

  • Em Assassin's Creed II, matar um mensageiro aumentaria a notoriedade em 50%. Em Assassin's Creed: Brotherhood e em Assassin's Creed: Revelations, matar um mensageiro/coletor aumentaria a notoriedade em 100%. Nos jogos seguintes, não há repercussões em matar mensageiros.
  • Perotto Calderon disfarçou-se como mensageiro ao se infiltrar na corte dos Bórgia.
  • Em Roma, mensageiros tornavam-se mais incomuns quando a cidade era renovada e a influência dos Bórgia erradicada.
  • É possível empurrar ou esbarrar em mensageiros no topo de edifícios, fazendo-os cair fatalmente. Deste modo, a notoriedade não aumentaria, mas arremessar-los na água faria a notoriedade aumentar.

ReferênciasEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória