FANDOM


Íconedeera-Origins

"Eu estou tão perto de realizar meu sonho!"
―Khensa sobre seus trabalhos na Arena.[src]

Khensa (década de 80 AEC - 48 AEC) foi uma guerreira egípcia proveniente da vila de Siuá que se tornou uma Gladiadora na Arena de Crocodilópolis, e uma velha amiga de Bayek. Na Arena, ela acabou se associando à Ordem dos Anciões através de Berenike, que usava Gladiadores para fazer seu trabalho sujo.

BiografiaEditar

Khensa nasceu em Siuá e era uma amiga de infância de Bayek, Hepzefa, Claridas, Aya e outros, tendo se tornado uma garota extrovertida e independente, sabendo se virar em brigas de rua e coisas do tipo. Infelizmente, quando o Faraó Ptolemeu XIII passou em Siuá, os Gabiniani liderados por Lucius Septimius levaram Khensa e usaram ela como trabalhadora escrava e objeto sexual.

No entanto, ela conseguiu escapar dos Gabiniani, e chegou em Crocodilópolis, onde rapidamente começou a se envolver em brigas de rua para ganhar apostas e conseguir viver. Um certo dia, o dono da Arena, Felix Martialus, descobriu Khensa em uma dessas brigas e viu potencial nela, acolhendo ela e treinando-a na Arena. Khensa tornou-se uma guerreira formidável, com sonhos de grandeza e glória.

Em 48 AEC, quando Bayek chegou na cidade para perseguir seu próximo alvo, O Crocodilo, através do interrogatório de dois Gladiadores, Viridovix e Diovicos, ele imediatamente contatou Khensa para ganhar acesso à Arena. Khensa conseguiu convencer Felix da integridade de Bayek, e os dois tornaram-se campeões da Arena, vencendo até os dois irmãos galeses.

Foi nesse momento que Bayek revelou suas verdadeiras intenções, ao interrogá-los e descobrir que o Crocodilo era Berenike. Khensa ficou furiosa por Bayek não ter lhe dito seus objetivos, mas Bayek chamou ela de mercenária, pois ela estava trabalhando para Bayek. No dia seguinte, quando Bayek infiltrou-se na grande propriedade de Berenike, ele avistou ela e Kensa conversando sobre trabalhos escusos, e Bayek enfrentou Khensa, sendo forçado a matar sua velha amiga.

Personalidade e característicasEditar

Khensa era uma mulher independente e forte, que tinha uma certa megalomania por grandeza, sempre dizendo que um dia iria ter toda a glória e adoração da população. Isto aconteceu, de fato, quando tornou-se Gladiadora em Crocodilópolis, mas com isso vieram os trabalhos sombrios de Berenike e de outras figuras políticas da região, que usavam os Gladiadores da Arena para fazerem o trabalho sujo deles.

Ela passou a achar estes trabalhos naturais, o que efetivamente afastou ela de Bayek, que estava perseguindo Berenike, que havia causada a morte e o sofrimento de centenas de pessoas na região. Isto, ultimamente, causou a morte de Kensa.

Aparições em memóriasEditar

Principais:

CuriosidadesEditar

  • É possível matar apenas Berenike e evitar matar Khensa.
  • Há documentos na Sede dos Ocultos falando sobre ela.

ReferênciasEditar