FANDOM


Íconedeera-BrotherhoodÍconedeera-RevelationsÍconedeera-AC3Íconedeera-AC4Íconedeera-RogueÍconedeera-UnityÍconedeera-SyndicateÍconedeera-A QuedaEra-ACiÍconedeera-AQVA

Logopequenodawikipédia
PL Treasure HunterHQ Aquele que aumenta em conhecimento, aumenta em tristeza.

Este artigo contém spoilers, o que significa que tem informações e fatos a respeito de lançamentos recentes ou futuros da série Assassin's Creed.
Se você não quiser saber sobre esses eventos, é recomendável ler com cuidado, ou não tudo.

"Não sou mais Aquela que Aguarda. Sou a Mãe da Sabedoria. O vínculo entre a carne e a máquina. Eu sou Juno."
―Juno, 2015.[src]
Juno
ACB Render de Juno
Informações biológicas
Nasceu em

2195 Era Isu
Feyan

Informações políticas
Afiliações

Tríade Capitolina (antigamente)
Instrumentos da Primeira Vontade

Informações do mundo real
Aparece em

Assassin's Creed: Brotherhood
Assassin's Creed: Revelations
Assassin's Creed III
Assassin's Creed IV: Black Flag
Assassin's Creed: Rogue
Assassin's Creed: Syndicate

Dublador

Nadia Verrucci

Juno, também conhecida como Uni, foi uma cientista do Isu, e um membro da Tríade Capitolina ao lado de Jupiter e Minerva. Ela também é a principal deidade para os Instrumentos da Primeira Vontade.

BiografiaEditar

Juno, também conhecida como Uni, foi um membro da primeira civilização e parte da Tríade Capitolina ao lado de Júpiter e Minerva. Juntos, construíram Cofres subterrâneos espalhados por todo o mundo, seguros da guerra, com o objetivo de pesquisar e testar métodos para a salvação da catástrofe eminente. Os resultados de cada Cofre eram enviados para um único local, o Grande Templo, onde a Tríade permaneceu para pesquisar e testar as soluções mais promissoras (ao todo seis). Durante o período que passaram no grande templo, Juno passou a planejar métodos de dominação do mundo, e quando Minerva e Júpiter descobriram, aprisionaram-na na esperança de manter o mundo seguro. Com o tempo, Minerva encontrou uma sétima solução para salvar o mundo, um objeto chamado de "O Olho", que iria manipular os padrões de existência e parar a explosão solar. No entanto, Juno havia violado os padrões de seu funcionamento, de modo a libertá-la de sua prisão quando este dispositivo fosse acionado. Minerva então, decidiu por deixar o desastre acontecer ao invés de libertar Juno, e assim a catástrofe atingiu o planeta, matando quase toda a Primeira Civilização e a humanidade.

Na históriaEditar

Após o desastre, os números da Primeira Civilização apenas diminuíram com o passar do tempo, rumo à extinção da espécie que de fato ocorreu. Porém, Juno, permaneceu viva aprisionada no Grande Templo, que a manteve segura do mundo exterior, e passou a influenciar os homens (humanos) na tentativa de libertarem-na. Em algum momento durante o século 18, a anciã da tribo Mohawk utilizou um artefato dos Precursores, a Bola de Cristal, para que Ratonhnhaké: ton se comunicasse (através do Nexus) com o "espírito" do membro da Primeira Civilização, selando assim o encontro do mesmo com Juno. Durante o encontro, Juno influenciou o garoto à deixar a tribo e buscar se unir aos Assassinos, na esperança de que ele recuperasse o Amuleto de Haytham Kenway (seu pai) e impedisse os Templários de acessar o Grande Templo prematuramente. Anos depois sendo sucedido em recuperar o Amuleto, Ratonhnhaké: ton (ou Connor, como foi apelidado), utiliza mais uma vez a Bola de Cristal, e acessa o Nexus, onde Juno o faz um pedido: “que escondesse o amuleto aonde ninguem encontrasse”, e ele o faz, sendo esta a ultima vez em que se veem.

Em 2012Editar

Depois de experimentar longas sessões no Animus, Clay Kaczmarek começou a sofrer do chamado Bleeding Effect, onde passou a se confundir com a divisão de suas memórias genéticas e reais. É então que Juno se aproxima e promete “mostrar o caminho”. Ela (Juno) atribuia ele a missão de ajudar Desmond Miles, e embora inicialmente Clay se recuse, quando seus olhos são abertos para a verdade, ele por fim aceita a proposta. Algum tempo depois, Clay enlouquece (inclusive dizendo que “pode ver o que foi e será”) e suicida-se em seu quarto na Abstergo, deixando mensagens ocultas no mesmo, escrito com seu próprio sangue. E na tentativa de “reanimá-lo”, os funcionarios o colocam de volta no Animus, causando com que sua consciência ficasse aprisionada no programa. Enquanto no cofre escondido da Santa Maria in Aracoeli, Juno aparece (somente) para Desmond (que tinha outros acompanhantes) e o revela algumas informações sobre a Primeira Civilização, e a de sua linhagem, que na verdade provia da mistura dos Humanos com os membros da Primeira Civilização. Quando por fim, em alegações finais, diz que “precisava abrir o caminho” e que “a balança necessitava ser equilibrada”, então influencia Desmond através da Maça do Eden que o mesmo portava, a assassinar Lucy Stillman. Desmond após esse evento entra em coma, pelo mesmo motivo que Kaczmarek, a alta exposição ao Bleeding Effect, e acaba por ficar preso no interior do Animus. Mais tarde, porém, a cosnciência de Clay que havia sido armazenada no programa, o ajuda a se libertar, e cumpre por fim a sua tarefa. Após recuperado, Desmond, juntamente com Rebecca, Shaun e seu pai William Miles, chegam ao Grande Templo. É então que Juno inicia sua influência sobre Desmond para que ele pesquise no animus sobre as memórias de Haytham e Ratonhnhaké:ton. Após algum tempo, e algumas revelações, Desmond finalmente, encontra o Amuleto que Ratonhnhaké:. Ton antes escondera, e o utiliza para ter acesso ao Olho. No momento em que ele se aproxima do aparelho, os hologramas de Minerva e Juno, aparecem argumentando diferentes pontos de vista a respeito do fim do mundo, nessa que seria a segunda grande catastrofe natural na terra. A princípio, Minerva explica como e por que Juno havia sido aprisionada e revela que se Desmond Ativasse o Olho, Juno seria liberta. No Entanto, se opondo a segunda alternativa, que seria deixar a humanidade queimar em cinzas, Desmond Salva e terra e acaba por libertar Juno.

Na atualidadeEditar

Após os acontecimentos no Grande Templo, a consciência de Juno consegue habitar o equipamento levado pela equipe forense Abstergo, que procurava pelo corpo de Desmond. A partir daí, ela se espalhou pela web e passou a habitar uma grande variedade de sistemas em rede. "Grey", como era chamado por John Standish, um funcionário de TI trabalhando para Abstergo Entertainment e a reencarnação de Aita.

 Nota: Aita fora marido de Juno.

John acaba por manipular um Analista de Pesquisa da Abstergo Entertainment na tentativa de instalar um programa que permitiria que Juno habitasse o corpo desse trabalhador, porém, acaba falhando. Juno afirma que ela poderia "sentir", mas ela não era capaz de "tocar", e ainda estava fraca demais para habitar um vaso orgânico. Ela questionou se o Grande Templo foi aberto muito cedo, mas abençoou Desmond por seu sacrifício para salvar o mundo, para que seus filhos pudessem viver para cumprir o seu propósito.

The GreyEditar

The Grey é uma rede digital mundial mantida e habitada pela inteligência artificial de Juno, um membro da Primeira Civilização. Juno planejou se libertar em uma época em que a tecnologia humana estivesse avançada o suficiente para concretizar seus planos.

The Grey foi criada após a libertação de Juno a partir dos limites do Grande Templo de Desmond Miles em 21 de dezembro de 2012, durante sua tentativa de salvar o mundo de uma tempestade solar. Usando a rede, Juno tornou-se capaz de interagir e assumir diferentes formas de tecnologia digital, e lançou vários ataques contra Abstergo Industries e os servidores Helix.

Depois de sua tentativa de possessão do corpo de um analista de pesquisa da Abstergo Entretenimento com a ajuda do Sábio John Standish ter falhado, Juno se aproveita da estúpida disputa entre Templários e Assassinos para destinar a humanidade para entrar no The Gray por upload da consciência das pessoas para a rede através do Animus e viver sob sua liderança. Em uma correspondência digital entre Juno e seu marido Aita descodificado por funcionários da Abstergo, ela revelou que Clay Kaczmarek e Desmond Miles estavam entre aqueles que "vai [não] deixar" e "viver em felicidade" dentro da Grey.

Tentativa fracassada de PossessãoEditar

Em 2015, Juno ressurgiu em um laboratório dos Assassinos em Protvino, Rússia, tomando posse da mãe da assassina russa Galina Voronina, que estava sofrendo do Efeito Sangria. Galina encontrou sua mãe tagarelando sobre a morte de Aita, antes de tirar sua vida, isso fez Juno, que poderia ser vista nos monitores dos Animus, gritar e desaparecer.

Em uma conversa entre os Templários Melanie Lemay e Violet da Costa, Violet acreditava que Juno pode ter sido a verdadeira responsável por um vírus liberado para os servidores Helix, em vez dos Assassinos, como inicialmente se acreditava. Mestre Templário Juhani Otso Berg também compilou um dossiê sobre Juno e seus seguidores, que será apresentado aos seus companheiros Templários. Além disso, Lemay trocou um email com Álvaro Gramática sobre a possibilidade da interferência de Juno com os sistema da Abstergo.

No mesmo ano, a Templária Violet da Costa reuniu-se com seu superior, Álvaro Gramática, depois que ela soube de sua verdadeira intenção com o Sudário do Eden, acreditando inicialmente que seria reviver um clone, mas que Gramatica na realidade queria recriar um membro da Primeira Civilização. Indignado ele a deixou em seu laboratório dizendo que ele estava indo a denunciar a Alan Rikkin. Ela chama alguém dizendo que ela fez o que essa pessoa pediu e que ela estava com medo, então ela ficou cara a cara com Juno, a quem Violet esclareceu dizendo que ela não estava com medo de Juno, mas estava com medo por ela e se perguntou o que aconteceria se alguém descobrisse o que Juno estava fazendo. Juno chamou Violet "meu instrumento" e disse que ela não só iria salvá-la, mas salvaria toda a humanidade.

CuriosidadesEditar

  • Juno não foi nomeada em Assassin's Creed: Brotherhood, nem o nome dela aparece nos créditos finais. em vez disso o nome dela foi revelado pela sua dubladora Nadia Verrucci em seu site.
  • A senha de e-mail de Lucy era "Juno57" como revelado em um e-mail dela para Desmond em Assassin's Creed: Brotherhood.
  • Ao entrar em contato com Desmond e Shaun por e-mail, Juno tem dificuldades para enviar mensagens legíveis. seu nome como remetente é "01001010010101010100111001001111" que em código binário significa "Juno".
  • Juno foi a unica Daqueles Que Vieram Antes que sobreviveu pois ela foi selada antes do primeiro fim do mundo garantindo sua sobrevivência.
  • O verdadeiro plano dela com Desmond foi para que ele pudesse ser libertada, podendo assim dominar o mundo.
  • Em algumas sequências quando se anda pelo Grande Templo aparecem hologramas de Juno se comunicando com Desmond e falando mais sobre o passado, Juno diz que teve um marido (provavelmente humano) e que ele ficou louco por algum tipo de experimento ou experiência que fizeram com ele ou ele vivenciou.
  • Ná última sequência de Assassin'S Creed III Minerva aparece no momento em que Desmond pretende "salvar o mundo" e começa a falar de Juno e as duas discutem, interpretando as palavras pode-se afirmar que Juno foi a primeira Templária (não-oficial) da história, pois usava os recursos e tecnologias dos Daqueles Que Vieram Antes para seu próprio proveito e benefício.
  • Juno instruí que

ainda há muitas mais amostras e artefatos a serem encontrados antes que ela pudesse retornar. Ainda antes de desaparecer, Juno pede a seus filhos - seus "instrumentos" -.. para que tornem-na completa mais uma vez.

  • Devido a suas ações e da revelação de suas intenções, Juno pode

ser considerada a antagonista central da série, já que ela havia manipulado tanto Assassinos quanto os Templários durante os principais eventos da história para levar a sua liberdade definitiva.

  • Juno tinha um marido chamado Aita, que ela foi

forçada a eutanásia depois de uma experiência mau sucedida da primeira civilização que o deixou catatônico durante sua busca por uma solução para evitar o primeiro catastrofe mundial. Isso também permitiu que ele viajassem através do tempo, reencarnando em forma humana quando uma combinação específica fosse instaurada no DNA do indivíduo.

  • Durante a guerra do Homem contra a Primeira Civilização, Juno

estava entre aqueles que evitaram a batalha. No entanto, seu pai acabou sendo morto por um humano durante a mesma, o que causou o seu ódio pela espécie.

  • Juno planeja usar o Sudário do Edén para ter seu corpo físico de volta, o Sudário estar atualmente com os Templários. O Sudário tem o poder de reencarnar os mortos... talvez Assassinos e Templários do passado voltem no presente.

GaleriaEditar

ReferênciasEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória