FANDOM


Íconedeera-UnityÍconedeera-Templários

Cadeia Alimentar 2

Flavigny (direita) com Marie Lévesque (esquerda)

Madame Flavigny (desconhecido - verão de 1792) foi uma comerciante local francesa e uma agente do Rito Parisiense da Ordem dos Templários.

BiografiaEditar

Revoltas pela comidaEditar

Flavigny juntou-se aos Templários em algum ponto de sua vida e eventualmente alcançou uma posição elevada na Ordem. Durante a Revolução Francesa, ela induziu diversos homens para a Ordem nas catacumbas de Paris. Sem a sabedoria dela, o espião aliado aos Jacobinos, Didier Paton, descobriu a cerimonia e consequentemente, a existência dos Templários.

Flavigny colaborou com Marie Lévesque, uma das tenentes de François-Thomas Germain, líder da facção radical dominante da Ordem, para causar revoltas, protestos e tumultos em Paris por comida, pão e grão. Flavigny e seus subordinados atacaram os carregamentos de comida destinados a cidade e então os plantavam nas residências de mercadores de alimentos, os incriminando de acumular comida e causando revoltas pela população faminta.

O trabalho de Flavigny e Lévesque fez Paris ficar caótica e contribuiu para que a Revolução ficasse mais violenta e brutal, com tumultos e revoltas por comida ocorrendo por toda a cidade e principalmente, nos mercados de Les Halles, onde Flavigny tinha uma loja de vestidos que servia como seu quartel-general para suas atividades Templárias.

O desaparecimento misterioso dos carregamentos atraiu a atenção de diversas pessoas, entre elas Théroigne de Méricourt e os Assassinos.

MorteEditar

Flavigny e um subordinado então emboscaram novamente outra carroça de comida durante o verão de 1792, matando os guardas e o cocheiro e então levando o carregamento para um fortificado complexo residencial dominado por agentes Templários. Théroigne de Méricourt estava rastreando Flavigny e conseguiu entrar na carroça discretamente.

Flavigny e seus capangas descobriram Méricourt entretanto, e prenderam ela no complexo onde os carregamentos estavam sendo mantidos. Os Assassinos enviaram Arno Dorian e três outros Assassinos para salvar Méricourt e parar os ataques aos carregamentos de comida. Méricourt foi salva, e eles acharam e liberaram os carregamentos roubados de comida pela cidade.

Dessatisfeita com as ações de Arno e Méricourt, Flavigny então começou a iniciar revoltas por conta própria junto com seus três tenentes. Dois de seus subordinados se prepararam para iniciar uma revolta no mercado de Les Halles, mas Arno os rastreou e os eliminou.

Flavigny se refugiou com seu último subordinado em sua loja, mas Arno a encontrou e então acabou com a vida dela e do subordinado dela. Mesmo com a morte de Flavigny, o objetivo dos Templários de causar tumulto e violência em Paris foi completo e a Revolução ficou ainda mais brutal.

ReferênciaEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória