FANDOM



Os assassinos do norte da Europa foram das Irmandades dos Assassinos localizadas na parte norte da Europa, que incluiu a Alemanha e a Holanda.

HistóriaEditar

Em meados do século XIV, os assassinos recrutados por Lukas Zurburg na Ordem, e dez anos depois, a praga varreu Essen, acabando com quase metade da população da cidade. De lá, um grupo chamado Irmãos da Cruz, uma organização dos templários, começou uma promissora proteção da praga. Lukas suspeitava que eles usassem o Ankh, que diziam estar localizado na Europa Central. No entanto, em 1350, ambos os irmãos da Cruz e Lukas tinha desaparecido misteriosamente. Circa 1501-1503, um historiador chamado Conradus Celtis estava trabalhando em descobrir os segredos da história. Ele havia descoberto sobre os assassinos, que tentaram convencê-lo a manter a sua investigação em segredo, já que ele planejou retratá-los como heróis para o povo. No entanto, uma equipe de assassinos italianos em Colônia, na Alemanha, garantiu que ele manteve sua existência desconhecida, e levou seus trabalhos de volta para Roma. Em torno deste tempo, na cidade alemã, o religioso reformista Friedrich der Weise planejava abrir uma escola, que desafiou as práticas dos Bórgia. Em resposta, Rodrigo Bórgia enviou um suborno para convencê-lo a se afastar do "projeto louco", embora os assassinos interceptaram o dinheiro e usaram-no para dar-lhe uma doação anônima. O Sacro Imperador Romano, Maximiliano, tinha tomado uma surra pesada de suíços mercenários durante a Guerra da Suábia, ao quais os Bórgia tinham contratado vários desses comandantes como seus guardas papais. Beber com esses mercenários em uma taverna, os assassinos escorregaram um veneno em suas bebidas, antes de executá-los. Sob o pretexto de condottieri, entregaram os comandantes de Maximiliano, para que o Imperador usasse para treinar um exército próprio, a fim de rivalizar com o suíço. Após isso, ele convidou os assassinos a ele, como seus exércitos haviam derrotado o suíço. Mais uma vez disfarçado de condottieri, que o ajudou a treinar o primeiro dos "Landsknechte", sobre a qual ele ofereceu os assassinos de um regimento que eles deveriam, sempre necessário, terem um. No início do século XVI, os assassinos do norte da Europa foram liderados pelo estudioso holandês Desiderius Erasmus. Em 1512, Erasmus enviou uma carta a Claudia Auditore, a líder temporária dos assassinos italianos, alertando a filial italiana dos pensamentos revolucionários religiosas de Martinho Lutero, temendo por mais caos no continente europeu.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória