FANDOM


Os Assassinos espanhóis das colônias foram da Irmandade dos Assassinos localizada nas colônias Espanholas no “Novo Mundo”.

HistóriaEditar

Em 1503, um grupo de assassinos italianos viaja para Constantinopla e se infiltraram na loja de Piri Reis, um otomano almirante e cartógrafo. Eles obtiveram um mapa detalhando do Novo Mundo, e os assassinos começaram a enviar homens lá para garantir a sua presença para lutar contra os templários, que também foram ramificando para as Américas. Em 1510, os Assassinos na Flórida saudou os refugiados Alonso Carlo e seu filho adotivo Miguel Ramón Carlo de Lugo, que haviam se tornado inimigos dos Templários de influência espanhola pelo explorador Juan Ponce de León . Miguel Ramón foi levado para a Ordem dos Assassinos, e foi enviado em 1521 para parar De León de continuar sua busca para encontrar a Fonte da Juventude. Miguel parou De León, embora De León fosse golpeado com flechas envenenadas disparadas por vários assassinos quando eles não atenderam ao alerta de Miguel.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória