FANDOM


Íconedeera-SyndicateÍconedeera-Mundoreal

Este artigo é sobre o romance do mundo real. Você pode estar procurando pelo diário de Nicolau Polo.

Assassin's Creed: A Cruzada Secreta foi o terceiro romance baseado na série Assassin's Creed, escrito por Oliver Bowden, publicado pela Penguin Books, traduzido pela Galera Record no Brasil e pela Saída de Emergência em Portugal.

Assim como seus antecessores, o livro é constituído por capítulos, que se somados dão precisamente cento e oito. No entanto, os capítulos estão subdivididos em quatro partes que não são intituladas, sendo todas narradas por Nicolau Polo, um assassino, pai de Marco Polo

minha mae te ama 

Parte 2Editar

A obra é iniciada com o relato de Nicolau Polo em 1257 ao seu irmão Maffeo Polo, acerca da história de Altaïr Ibn-La'Ahad, protagonista do primeiro jogo da série. 

Após um breve diálogo, Nicolau menciona a seu irmão que a história do Mestre Altaïr, é uma história de conhecimento, já que, "assassen" é uma palavra que vem do árabe, que quer dizer "guardião", logo, os Assassinos são guardiões de segredos e tais segredos sempre carregam conhecimento em si. 

Nicolau então começa a narrar os acontecimentos de oitenta anos antes, mais precisamente o ataque de Salah Al'din ou Saladino a Masyaf, ou seja, a história pregressa de Altaïr. O exército do sarraceno é descrito como muito truculento e brutal, mas ainda sim optou por sitiar Masyaf. Al Mualim, o até então Mestre dos Assassinos dá a Umar Ibn-La'Ahad a missão de se infiltrar no acampamento e colher informações. A missão estava a fluir bem, até que Umar teve de assassinar um dos sarracenos do acampamento para dar prosseguimento. 

No dia seguinte a tal acontecimento, Saladino aceita a oferta de paz proposta por Al Mualim, mas exige que um dos Assassinos seja morto para compensar a morte de um de seus homens. Umar diz a Al Mualim que dará sua vida, mas este diz que nenhuma vida será dada, isso até que os sarracenos mostram um Assassino sequestrado seu nome era Ahmad Sofian pai de Abbas Sofian, o que leva a Umar implorar ao Mestre que troque sua vida pela do refém, assim, o Mestre consiste. Umar então faz seu último pedido a Al Mualim, que cuide de Altaïr. 

Após a breve narrativa de tais acontecimentos, Nicolau diz a Maffeo que a mãe de Altaïr morreu no parto e o pai morreu quando ele tinha apenas onze anos. 

Quinze anos após a invasão de Saladino, Altaïr, Malik e Kadar fora ao Templo de Salomão para fazer uma missão dada por Al Mualim. Antes de entrarem no templo, encontraram um sacerdote, e Altaïr logo avançou para atacá-lo, mas Malik diz que pode haver outro meio sem ser matá-lo. Altaïr mostra truculência e mata o homem e ainda se gaba por ter feito de forma majestosa. 

Kadar pergunta qual é a missão dada a eles e Altaïr diz que o Mestre acreditava que os Templários haviam encontrado alguma coisa sob o Monte do Templo. Prosseguiram deparam-se com Templários - dentre eles estava Robert de Sable - carregando um objeto grande.

ReferênciaEditar